Maníaco acusado pelo duplo assassinato em Golconda foi preso pela PM

0
329
Marcelo foi preso pela Polícia Militar quando andava pela estrada que dá acesso ao Córrego do Golconda, para onde ele havia prometido voltar e matar várias pessoas, inclusive a própria mãe. FOTO: Divulgação

Resposta imediata à população da região. Na noite de sexta-feira, 8, uma equipe da 8ª Companhia Independente de Policiamento Especializado prendeu o maníaco Marcelo Dias Soares, 24 anos, em uma estrada no distrito de Córrego do Golconda. Ele é acusado de matar a machadada e a facada um casal no dia 3 de fevereiro. Marcelo estava foragido desde o dia do crime, que teria cometido por vingança.

Segundo informações, o acusado deixou o presídio em dezembro de 2018, após receber o indulto natalino. Ele estava preso por ter estuprado a própria irmã, de sete anos, e teria matado o casal porque na época do crime os irmãos de uma das vítimas intervieram. Ele prometeu que, quando saísse da prisão, voltaria para se vingar, inclusive da própria mãe. Porém, na hora em que foi preso, na sexta-feira, ele não confirmou essas acusações.

Marcelo Dias Soares, 24 anos, foi preso próximo ao local dos crimes e confessou o duplo assassinato. FOTO: Divulgação.

Segundo o capitão Rúbio, o acusado confessou que matou Luciano da Silva, 32 anos, e Viviane Silva de Jesus, de 29 anos. “Marcelo disse que antes de ser preso ele teve um prejuízo com Luciano, já que eles tinham um envolvimento no mundo do crime. Ele confessou o duplo assassinato e contou ainda que ficou de tocaia na casa do rapaz por várias horas. Como ele não saía de casa, resolveu chamar e pedir um copo de água. Por estar escuro, segundo o acusado, Luciano não o reconheceu. Marcelo disse que estava com uma machadinha escondida na camisa. Quando Luciano o atendeu, ele a pegou e já foi dando machadadas na cabeça da vítima, que morreu na hora. Em seguida, ele entrou na casa e estuprou a esposa de Luciano na frente dos quatro filhos. Durante o estupro, o filho mais velho do casal resolveu ajudar a mãe. Foi quando a confusão começou e ele acabou matando Viviane com várias facadas. Em seguida, fugiu para a mata”, explicou o capitão.

Marcelo ainda contou que pegou carona até chegar a Guanhães, onde, durante a semana, tentou arrumar emprego na construção civil e em fazendas na zona rural. Como não conseguiu, resolveu voltar para o distrito de Córrego do Golconda, onde foi localizado pela polícia, caminhando em uma estrada. Ele não confirmou se teria voltado para cometer mais crimes. Marcelo foi preso e encaminhado à Delegacia Regional.

O capitão Rúbio ressaltou a importância de dar uma resposta rápida à população. “Nossa equipe é especializada em crimes violentos e assumimos a responsabilidade com a população de dar uma resposta ágil. Tudo foi possível graças à ajuda da comunidade”.

Ajude as quatro crianças filhas do casal assassinado

Familiares do casal assassinado no distrito de Córrego do Golconda pedem ajuda para manter as quatros crianças que perderam os pais. Elas precisam de leite, fraldas, roupas, alimentos, material escolar e ajuda psicológica, e a família não tem condições financeiras. Quem quiser ajudar é só entrar em contato com Cláudio Muller pelo whatsapp (33) 99123.1983.

por Angélica Lauriano | angelica.lauriano@drd.com.br