Dicas de Português – Erros comuns e sutis do dia a dia

0
53

Apresentamos hoje mais alguns erros que as pessoas cometem até sem perceber. São erros sutis que devem ser evitados por quem usa a norma culta da língua. Como já sabemos, a norma culta, ou norma padrão, é usada em correspondências, nas provas e concursos. Chegaremos até a dica 100.

39 – Devidas providências

Erro: Peço as devidas providências.

Forma correta: Peço providências

Explicação: Trata-se de um vício de linguagem, segundo Vivien Chivalski, do Instituto Passadori – Educação Corporativa. O adjetivo (devidas) é desnecessário e redundante. “Quem pediria providências indevidas?”, diz Vivien.

40 – Dispor/dispuser

Erro: Se ele dispor de tempo, poderá atendê-lo em breve.

Forma correta: Se ele dispuser de tempo, poderá atendê-lo em breve.

Explicação: A conjugação correta do verbo dispor na terceira pessoa do singular no futuro do pretérito é se ele dispuser. A conjugação acompanha a do verbo pôr.

41 – Dois por cento/ dois pontos percentuais

Erro: No ano passado, o crescimento foi de 10%. Neste ano, de 8%, tendo havido queda de 2%.

Forma correta: No ano passado, o crescimento foi de 10%. Neste ano, de 8%, tendo havido queda de 2 pontos percentuais.

Explicação: A queda de 10% para 8% não é de 2% e, sim, de 2 pontos percentuais.

42 – E nem/ nem

Erro: O funcionário não sabe escrever e nem ler.

Forma correta: O funcionário não sabe escrever nem ler.

Explicação: A conjunção nem significa “e não”.

43 – Em confirmação à/ em confirmação da

Erro: Em confirmação à minha proposta, envio os valores para execução do serviço.

Forma correta: Em confirmação da minha proposta, envio os valores para execução do serviço.

Explicação: Confirmação é um substantivo feminino que pede a preposição “de”.

44 – Em mãos/ em mão

Erro: O envelope deve ser entregue em mãos.

Forma correta: O envelope deve ser entregue em mão.

Explicação: Ninguém escreve a mãos, nem fica em pés. O correto é em mão, cuja abreviatura é E. M.

45 – Em vias de/ em via de

Erro: Estou em vias de finalizar o projeto.

Forma correta: Estou em via de finalizar o projeto.

Explicação: A locução é “em via de” e significa “a caminho de”, “prestes a”.

46 – Eminente/ iminente

Erro: A falência é eminente.

Forma correta: A falência é iminente.

Explicação: Eminente é um adjetivo que significa alto, grande, elevado, saliente, pessoa importante, notável. Exemplos: Era um eminente orador. A montanha eminente surge na paisagem. Iminente também é um adjetivo e indica que algo está prestes a acontecer. Exemplo: A sua morte é iminente.

47 – Ensinar a executarem/ ensinar a executar

Erro: O bom líder deve ensinar seus colaboradores a executarem as tarefas.

Forma correta: O bom líder deve ensinar seus colaboradores a executar as tarefas.

Explicação: Não se flexiona infinitivo com preposição que funcione como complemento de substantivo, adjetivo ou do próprio verbo principal. Exemplo: As mulheres conquistaram o direito de trabalhar fora de casa.

48 – Entre eu e ele/ entre mim e ele

Erro: Entre eu e ele não há conversa nem acordo.

Forma correta: Entre mim e ele não já conversa nem acordo.

Explicação: Os pronomes pessoais do caso reto exercem função de sujeito (ou predicativo do sujeito) e não de complemento.

Ilvece Cunha | Professor de Português | ilvececunha@hotmail.com