Câmara Municipal devolve mais de R$ 1 milhão aos cofres do Executivo

0
205
Em tom de despedida, Paulinho Costa (PDT) encerra as atividades como presidente da Câmara. FOTO: Eduardo Lima

Foi anunciada na última sexta feira, 28, pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Paulinho Costa (PDT), a devolução de R$ 1,289 milhão aos cofres do município. A verba faz parte da sobra de caixa do Poder Legislativo durante o ano de 2018.  Do valor total a ser destinado, R$ 679 mil vão para a Prefeitura, R$ 607 mil para o Instituto de Previdência Municipal de Governador Valadares (Iprem-GV), R$ 20 mil serão aplicados na reforma da sede da Delegacia de Trânsito, no bairro São Paulo, e os demais R$ 30 mil para a reforma do IML, no bairro Floresta.

A oficialização do decreto, que será encaminhado e assinado pelo prefeito André Merlo (PSDB), encerrou as atividades do Poder Legislativo em 2018. Em seu último ato como presidente da Câmara, Paulinho Costa disse que, em meio a falta de repasses do Governo Federal, a prefeitura recebeu a melhor notícia de ano novo. “Isso é parte do duodécimo recebido na Câmara que é gasto com todo cuidado, com toda a vigilância, para não se perder, não desviar e nem desperdiçar nenhum centavo. Prova disso é que, no ano passado nós devolvemos R$ 86.000 e este ano vamos devolver mais de um milhão de reais para o Executivo. Esta é uma notícia boa num país tão complicado economicamente, financeiramente, um Legislativo devolvendo mais de um milhão aos cofres da própria cidade. Isso é um trabalho do presidente, dos vereadores, servidores”, afirmou Paulinho, que também destacou sobre parte da verba destinada ao Executivo que deverá ser aplicada em obras no bairro Santa Rita. “O recurso vai para o Executivo e o prefeito faz o que quiser com esse dinheiro, mas há um compromisso antigo do André com os moradores do bairro Santa Rita em ajudar nas obras do bairro”, lembra.

Em tom de despedida, o parlamentar avaliou seu segundo ano à frente da mesa diretora legislativa, destacou avanços na política e mudanças na estrutura física e administrativa da Casa, além de sua postura firme diante da função. “Este é o meu segundo mandato como presidente e voltei após uma enorme crise política em Valadares, com a missão de resgatar a imagem da Câmara eticamente, moralmente e administrativamente. Saio com o dever cumprido”, avalia.

Estavam presentes no ato, além de Paulinho Costa, o delegado-chefe do Departamento de Polícia Civil de Governador Valadares, Dr. Fábio de Sousa Henrique, o delegado regional de Governador Valadares, Dr. Fábio Sfalcin, a delegada de Trânsito, Dra. Liliam de Cales, os vereadores Betinho Detetive (PDT), Regino Cruz (PTB), Jacob do Salão (PSB) e Júlio Avelar (PV), presidente eleito da Câmara para o biênio de 2019/2020.

Futuro presidente da Câmara já planeja mudanças

O futuro presidente do Legislativo apontou algumas medidas que precisam ser providenciadas em seu mandato. Dentre elas, destacam-se a preocupação com os servidores que aguardam a aposentadoria do Iprem e a realização de um concurso público. “Nós vamos dar continuidade ao trabalho do Paulinho. Não tem só 13 vereadores, são 21 vereadores. Os projetos que chegarem nesta Casa, se forem importantes para Governador Valadares serão aprovados por unanimidade, até porque esta Casa tem duas vagas da oposição, isso é prova que existe uma Câmara democrática. Quanto à situação do Iprem, eu dei um recado a eles: se não aposentar nossos funcionários como manda a lei, vai receber o dinheiro da Câmara só na Justiça. Outra preocupação nossa é a realização de um concurso público”, concluiu.

O grupo vitorioso assume o comando do Legislativo no dia 1º de janeiro, porém, a posse acontecerá somente na 1ª reunião ordinária de 2019, prevista para o dia 4 de fevereiro. A nova mesa será composta por Júlio Avelar (PV) (presidente), Marcion da Fusobras (PR) (vice-presidente), Juninho da Farmácia (PDT) (primeiro-secretário) e Antônio Carlos (PT) (segundo-secretário).

por Eduardo Lima | eduardolima.drd@gmail.com