Após o carnaval, comércio se prepara para as vendas dos famosos ovos de chocolate

0
39
A chocolatier Sílvia Valéria de Souza Batista apostou na produção de ovos artesanais há 5 anos e não se vê fazendo outra coisa. FOTO:Divulgação.

A páscoa é um feriado cristão que celebra a ressurreição de Jesus. De acordo com ensinos bíblicos, Cristo teria morrido na sexta-feira (Santa) e ressuscitado no domingo (Páscoa). Este é um dos feriados mais importantes para o Cristianismo. Porém, algumas tradições que fazem parte da data não têm muito a ver com a história original. Afinal, de onde veio a tradição de dar e comer ovos de páscoa? E por que são os coelhos que escondem ou entregam esses ovos? Os primeiros ovos de páscoa feitos de chocolate surgiram na França e na Alemanha no século 19. O coelho da páscoa também surgiu na mesma época. Coelhos, por se reproduzirem rapidamente e terem muitos filhotes, são símbolos de fertilidade e renovação da vida. Diz a lenda que, no século 19, eram os coelhos de páscoa que decoravam e escondiam os ovos, tradição que fazia parte das festividades da Semana Santa na Europa.

Este ano o domingo de páscoa cai no dia 21 de abril. Muita gente aproveita a época para presentear amigos e familiares com ovos de chocolate. Em Valadares, o comércio já começou a se preparar para receber o coelhinho da páscoa. Porém, a velha tradição de presentear com ovos tem mudado; algumas pessoas têm optado por um produto mais em conta, mesmo que seja uma simples barra de chocolate. O importante é não deixar a data passar em branco.

Loja de chocolates na cidade já começou a ser decorada para a páscoa e acredita em boas vendas em 2019. FOTO:Divulgação.

Segundo dados da Associação Brasileira de Indústrias de Chocolate, Amendoim e Balas, em 2018 a produção foi de mais de 11 toneladas de ovos e produtos de páscoa, número 26% maior que o registrado no ano anterior. Em 2019 a projeção é melhorar. Os preços em Valadares variam de R$ 8,90 a R$ 89,90, em algumas lojas, com pesos variados pesos, que podem ir de 40 gramas a 2 quilos de chocolate.

Juscelino Lopes, dono de uma loja de chocolate na cidade há quase 20 anos, explica que nos últimos anos a procura pelos tradicionais ovos caíram. “As pessoas não perderam a tradição de presentear nesta época; elas perderam um pouco foi o costume de presentear com os famosos ovos. Hoje o consumidor busca produtos mais em conta, no caso, uma barra de chocolate, ou até mesmo um ovo de uma marca pouco conhecida, de valor mais acessível”.

O comerciante conta que, mesmo com o risco de não vender tantos ovos, ele fez os seus pedidos e já começou a decorar a loja. “Já comprei todo o meu estoque de ovos deste ano. Optei por produtos mais em conta, mas também comprei as marcas famosas. Vou apostar ainda na produção de cestas, para atrair os clientes, e, claro, reforcei meu estoque de barras de chocolate, para os clientes que produzem ovos artesanais. Espero que as vendas sejam iguais ou até melhores do que em 2018.”

Ovo de páscoa artesanal

Além das famosas barras de chocolate, os ovos de páscoa artesanal vêm conquistando cada vez mais os olhos e o paladar. Pensando nisso, a chocolatier Sílvia Valéria de Souza Batista apostou na produção de ovos artesanais há 5 anos e não se vê fazendo outra coisa. “Sempre fui boa com os doces. Aí, um dia resolvi apostar nos ovos de chocolate. No começo eu fazia para presentear a família e amigos, depois comecei a fazer para os amigos dos meus amigos. Eles me davam o material e eu fazia. Até que um dia resolvi fazer para vender e não parei mais. Criei algumas receitas que são um sucesso, e também saem do formato tradicional, pois optei pelo ovo de colher. São cinco anos dedicados à arte de fazer ovos. Nesse período, posso afirmar que a procura tem crescido bastante. As pessoas, finalmente, estão vencendo o preconceito com ovos artesanais e estão dando mais valor, porque, além de gostosos, são bonitos e dá para personalizar”, conta Sílvia.

De acordo com a chocolatier, a expectativa de vendas é bem animadora. A faixa de preço varia de R$ 35,00 a R$ 80,00. A novidade neste ano é o ovo no pote. E os sabores prometem agradar adultos e crianças: brigadeiro, brigadeiro branco, chocobolo (brigadeiro com bolo), leite ninho, paçoquinha, nutella, mousse de limão, mousse de maracujá, trufa de coco, trufa de maracujá e trufa de vinho.

CDL diz que lojistas devem apostar na decoração

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Rogers Alves de Marco, a tradição ainda possui um forte apelo para as vendas, porém, os empresários devem apostar na qualidade do serviço e na decoração. “A orientação que temos é para que o lojista invista na decoração da empresa, invista em preços diferenciados, planeje e execute ações promocionais. Isso faz com que sua empresa se destaque e atraia clientes”, explica Rogers de Marco.

por Angélica Lauriano | angelica.lauriano@drd.com.br